Be Water Network

Questões Frequentes

  • Porque é que a minha água da torneira está turva e com cor de terra ou avermelhada?
    • Situações de forte pressão na rede de distribuição de água, podem provocar o desprendimento de micropartículas de ferro das canalizações e consequentemente provoca a coloração da água. Embora essa água não apresente qualquer problema para a saúde, é preferível não a consumir até que a água apresente um aspeto normal.

      Se essa coloração persistir, não hesite em nos contactar.

  • De onde vem a Água para a cidade de Paredes?
    • R: A água que abastece a cidade de Paredes tem proveniência do Rio Douro, do Rio Paiva e de captações próprias.
      Obter informação adicional em “ORIGEM DA NOSSA ÁGUA”.

  • Qual a Dureza da água de abastecimento do Concelho de Paredes?
    • As águas são vulgarmente classificadas de acordo com o seu grau de dureza, da seguinte forma:

       Dureza*CaCO3 
       Águas muito doces ou macias 0 a 60 mg/L
       Águas doces ou macias 60 a 150 mg/L
       Águas duras 150 a 300 mg/L
       Águas muito duras 300 e mais mg/L

      Nota: A dureza pode exprimir-se não só em mg/L de *CaCo3 (Carbonato de cálcio) como também noutras unidades (ex. graus franceses, etc.)

      Uma água dura aparece em regiões com solos calcários e uma água doce ou macia em solos graníticos. No seu estado natural toda a água contem cálcio.

      A dureza da água é provocada pela existência de catiões – metálicos, dos quais os que contribuem em maior escala são os iões cálcio e magnésio. Quanto maior a quantidade de cálcio e magnésio dissolvido na água maior a sua dureza.

  • Como identificar de uma forma geral se uma água é dura ou macia?
    • Consideram-se águas duras de uma forma geral, as águas que necessitam de quantidades consideráveis de sabão para produzir espuma, e que formam incrustações em caldeiras e outros materiais quando a água é aquecida.

      A dureza da água quando é elevada conduz à formação de depósitos incómodos.

      Uma água macia pode provocar corrosões, pois não se formam os depósitos carbonatados protetores nas canalizações.

  • Por que motivo existem Águas com diferentes tipos de dureza?
    • A dureza da água está diretamente relacionada com as características geológicas do solo por onde a água atravessa.
  • Quais as consequências de uma água dura para a saúde?
    • Sob o ponto de vista sanitário, as águas duras não apresentam inconvenientes. O cálcio dissolvido em água não causa risco para a saúde, pelo contrário, cálcio e magnésio são mesmo recomendados para o crescimento e são elementos saudáveis para os dentes e ossos. Por esse motivo a água de torneira pode contribuir para as nossas necessidades diárias de cálcio.
  • Porque é que a minha água fica esbranquiçada?
    • A água da torneira pode ficar esbranquiçada quando existe ar nas condutas. Se colocar a água num copo e a deixar repousar durante alguns segundos, a água volta a ficar límpida vendo-se as bolhas de água a vir à superfície.

      Esta situação pode acontecer após uma intervenção na rede de distribuição de água ou após ensaios às bocas-de-incêndio. Se este fenómeno persistir, não hesite em nos contactar.

  • Beber água da torneira ou água engarrafada, qual a diferença?
    • Beber água da torneira ou água engarrafada é uma questão de escolha pessoal.

      A água da torneira está disponível 24 sobre 24 horas. A sua composição depende do seu ambiente de origem (pode ser mais ou menos calcária, por exemplo). Antes de chegar à torneira do consumidor, a água é submetida a um controlo rigoroso de modo a respeitar as normas restritas de qualidade (são controlados cerca de 50 parâmetros).

      Por sua vez as águas engarrafadas podem ser águas de nascente ou de origem mineral apresentando teores de sais minerais e de oligoelementos variáveis. Algumas são muito ricas em magnésio, outras em cálcio, etc… Nesses casos, é conveniente mudar regularmente de tipo de água engarrafada de modo a equilibrar esses compostos no organismo.

      Dado que a água da torneira não é engarrafada, não produz resíduos (as garrafas de águas produzem cerca de 10 kg de plástico por pessoa, por ano).

  • Posso beber água do poço?
    • Na maioria dos casos, não. E o melhor mesmo é não arriscar. A água do poço é particularmente suscetível de poluição externa tais como infiltrações de água residual, bem como de água que entrou em contacto com diversos resíduos. Colocar “purificadores de água” na água do poço não é suficiente para garantir uma água continuamente com qualidade.

      No entanto, se quiser ter a certeza de poder bebê-la sem prejudicar a sua saúde, contacte a Águas de Paredes para saber as condições para realização de análises químicas e bacteriológicas da sua água.

  • Posso guardar cubos de gelo indefinidamente no congelador?
    • A água é um produto alimentar, mesmo no congelador a sua qualidade pode ser alterada. Regularmente faça novos cubos de gelo com água fresca.
  • A água sabe a cloro, implica algum risco para a saúde pública?
    • Não. O cloro que é adicionado à água em muito pequenas quantidades não é prejudicial ao consumo humano. Pelo contrário, o cloro é um preservante alimentar que garante uma boa qualidade microbiológica ao não permitir o desenvolvimento de bactérias. Caso o sabor incomode pode ainda retirar-se a água da torneira, aguardar uns minutos ou armazenar no frigorífico em recipiente de vidro (não mais do que 24 horas); adicionar gelo ou algumas gotas de limão antes de beber.

      Como o cloro se evapora facilmente, estas medidas simples e fáceis são habitualmente suficientes para eliminar qualquer cheiro desagradável. Se apesar de tudo o cheiro a cloro ainda parece muito forte, não hesite em contactar-nos.

  • Qual a concentração de cloro na água da torneira?
    • Em média a concentração varia entre 0,2 a 0,6 mg/l. Utilizado em pequenas doses, o cloro é inofensivo. Pelo contrário, é um poderoso desinfetante que evita qualquer possível contaminação da água, conserva a sua qualidade, e protege a mesma de qualquer risco acidental de contaminação ao longo do caminho.
      O cloro evita o crescimento de bactérias e microrganismos na água, é responsável por manter a qualidade da água desde a origem, onde a água é de excelente qualidade bacteriológica, e apenas contem elementos benéficos à saúde (sais minerais), até à torneira do consumidor.

       Realização de uma análise para determinação do cloro.


  • Não existe substituto para o cloro?
    • Podem ser utilizados outros produtos para assegurar uma desinfeção completa da água desde a captação até ao fim de todo o sistema, contudo o seu uso pode ser limitado por diversos fatores. O cloro é um produto muito eficiente e por outro lado não provoca qualquer risco para a saúde.
  • Tenho a sensação que possuo um consumo de água muito elevado. Como posso avaliar os meus consumos?
    • O consumo de água varia segundo os hábitos das pessoas, os eletrodomésticos utilizados, os usos domésticos (banhos, duches, lavagem de viaturas, etc.) ou não domésticos (atividade artesanal, agricultura, etc.) ou ainda com novos acontecimentos que surjam na vida (chegada de uma nova pessoa no agregado familiar).
  • A minha água não tem o mesmo aspeto, nem mesmo o mesmo gosto do habitual. O que devo fazer?
    • Se esteve ausente de casa, a sua água ficou estagnada na canalização podendo ficar com um gosto diferente devido ao contacto da água com os canos.

      Mas, esse gosto é temporário. Basta deixar correr a água durante alguns minutos para purgar a canalização e tudo voltará ao normal. Se esse gosto ou essa cor persistir, não hesite em nos contactar.

  • Tenho uma atividade na área alimentar como posso obter relatório com o resumo dos resultados da qualidade de água?
    • Caso pretenda um relatório resumo da qualidade de água que distribuímos em todo o Concelho (Consulte aqui)
  • Que cuidados ter com a limpeza e desinfeção das cisternas?
    • Se a habitação possuir reservatório/cisterna, tenha os seguintes cuidados:
      • Instale-o sempre em local de fácil acesso, limpo e arejado;
      • Nunca o deixe sem tampa adequada ou devidamente protegido;
      • Realize pelo menos anualmente uma limpeza e desinfeção. Temos uma equipa técnica habilitada para realização desta atividade com equipamentos e materiais adequados para contacto com água potável. Contacte-nos para saber condições de prestação do serviço.