Be Water Network

Origem da nossa Água

O abastecimento de água ao Concelho de Paredes tem origens distintas. 94% provém da “rede em alta” (forma como é designada a água proveniente da empresa Águas Douro e Paiva) e os restantes 6% de captações próprias.

Sistema de abastecimento de água sob gestão da Águas de Paredes

A água na zona de abastecimento (ZA) origem AdDP – Lever Norte, é proveniente da captação na barragem de Crestuma – Lever, com origem no Rio Douro e tem como pontos de entrega os Reservatórios R6 em Rebordosa, Aguiar em Aguiar de Sousa e R1 na freguesia de Mouriz ( http://www.addp.pt/pt/dados.php?ref=eta_lever ).
A ZA de Visalto, tem como origem de água o Rio Paiva, na ETA de Castelo de Paiva seguindo por um eixo adutor até ao Reservatório R12, na freguesia de Vilela ( http://www.addp.pt/pt/dados.php?ref=eta_cpaiva ).

A ZA de Paredes, tem como origens de água, água proveniente da ETA de Lever (através de um eixo adutor entre os reservatórios R1 e RE) e água captada na Mina de Vila Cova, água essa que é sujeita a desinfeção.

Na ZA de Sarnada a água é captada em dois furos e encaminhada para tratamento numa ETA (ETA de Sarnada), onde é sujeita a uma pré-oxidação e é filtrada num filtro com “manganese greensand” (para remoção do ferro e manganês). Após esta filtração, uma parte da água é encaminhada para nova filtração por osmose inversa e depois sujeita a desinfecção com hipoclorito de sódio sendo depois encaminhada para o reservatório de Sarnada, fazendo a distribuição para os lugares de Sarnada, Senande e Brandião.

A ZA de Senande, recebe água da zona de abastecimento de Sarnada e tem igualmente uma captação por furo em que a água é sujeita a desinfeção através de correção automática de cloro (hipoclorito de sódio) e de pH (bicarbonato de sódio).